Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Villa Romana de Rio Maior II

Finda a campanha de 1999, encontravam-se a descoberto cerca de 772 m2 de área total escavada, tendo sido o edifício delimitado apenas a Norte e a Oeste. A estratigrafia do local é infelizmente pouco segura, uma vez que se verificam grandes revolvimentos de terra, inclusive aquando da abertura de buracos para plantação de árvores que, aliás, chegaram a atingir os mosaicos. A cota dos pavimentos situa-se a cerca de 40-50 cm da superfície. Ainda é possível identificar claramente a camada de derrube do telhado, curiosamente constituído maioritariamente por imbrices e, sobre esta, um tufo calcário misturado com materiais de construção que corresponde ao resto das paredes e à própria evolução geológica do local, a que as cheias do rio vieram dar fluidez (Fig. 4).


Fig.4 - Fotografia tirada no momento da descoberta da Villa Romana de Rio Maior

O espólio é pouco numeroso, mas inclui algumas peças muito interessantes datáveis do Baixo-Império, infelizmente encontradas em camadas remexidas, juntamente com porcelanas recentes. Afora a cerâmica comum, encontraram-se assim fragmentos de sigillatas hispânicas e africanas tardias, alguns numismas também, pequenas peças em bronze e pequenos fragmentos de estátuas. Nas mesmas camadas, foram ainda encontradas duas peças muito importantes porque datadas do século I: um fragmento de inscrição (Fig. 5) e um fragmento de prato millefiori. Ora, até ao momento, apenas foi escavado um nível de estruturas que, à primeira impressão, é contemporâneo, ainda que nos pareça um edifício reconstruído, como teremos ocasião
de demonstrar no capítulo seguinte. A presença destas peças pode eventualmente indiciar a
existência de outro edifício mais antigo como, aliás, é frequente encontrarmos nas grandes villae tardias.


Fig. 5 - Fragmentos da inscrição encontrada no peristilo.

Do ponto de vista da conservação dos pavimentos, pouco ou nada foi feito. Em 1996, o IPPAR disponibilizou uma cobertura metálica a fim de proteger os mosaicos encontrados até essa altura e proporcionar condições para proceder à sua consolidação e limpeza. Tais trabalhos nunca se vieram a realizar por manifesta falta de vontade das entidades competentes. Por falta de arejamento e devido aos grandes choques térmicos, novos problemas foram surgindo tais como a fissura das argamassas, o surgimento de “musgo” e a formação de sais à superfície. A equipa de arqueologia da Câmara Municipal procurou combater estes problemas através da aplicação de produtos químicos apropriados. À medida que os trabalhos foram evoluindo, novos pavimentos foram descobertos, tendo ficado desprotegidos por se situarem no exterior. Para esses, recorreu-se ao simples método de cobertura com geotela e areia. A cobertura metálica, útil como local de arrecadação, tornou-se no entanto um entrave à leitura da planta do edifício e dificultou as leituras de cores ao vedar a luz natural.

Texto Retirado de: 31 - A villa romana de Rio Maior - Estudo de mosaicos
Cristina Fernandes de Oliveira



"Do ponto de vista da conservação dos pavimentos, pouco ou nada foi feito. Em 1996, o IPPAR disponibilizou uma cobertura metálica a fim de proteger os mosaicos encontrados até essa altura e proporcionar condições para proceder à sua consolidação e limpeza. Tais trabalhos nunca se vieram a realizar por manifesta falta de vontade das entidades competentes."

É pena que ninguem queira saber deste fabuloso património de Rio Maior, e que este se encontre práticamente ao abandono com o risco de se perder devido á degradação ao longo dos anos, só espero que se isso acontecer ninguem se arrependa do que podia ter feito.

Jorge Colaço, 5 de Julho de 2007
sinto-me: ...
publicado por JorgeColaco às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Sobre o Editor

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Posts Recentes

. Dia do Agricultor Livre -...

. Villa Romana de Rio Maior...

. o rio Maior - As suas "an...

. O Leão de Rio Maior - Rep...

. Villa Romana de Rio Maior...

. Sal Gema das Marinhas do ...

. Rio Maior - "De todas a m...

. Cronologia da História de...

. Pequena História do conce...

.Arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.Ligações

.Fotos de Rio Maior

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds